Segundo relatório do Banco Mundial, o Paraguai teve no ano de 2013 o terceiro maior crescimento econômico do mundo: 14,1%. O Brasil, no mesmo período, cresceu 2,2%.

A disparidade coincide com a saída do Paraguai do Mercosul.  O país foi suspenso temporariamente do bloco econômico  em resposta ao processo de impeachment do presidente Fernando Lugo, ocorrido no ano anterior e que foi repudiado pelos países sul-americanos.

Após o retorno do Paraguai ao Bloco, o crescimento saiu de 14% em 2013, para 4,72% em 2014. O crescimento continuou em queda gradual e fechou 2017, com 0,7% de crescimento. Os dados são do Banco Mundial.

Além da saída do Mercosul, o crescimento também está ligado a outros fatores, como a maior diversificação de suas exportações (tentando diminuir sua dependência do Brasil) e uma maior abertura econômica, que inclui uma legislação tributária definida como “simples” em relação a outros países, incluindo o Brasil.



Texto original Ilisp